Pages

  • Twitter
  • Facebook

29 de janeiro de 2011

Intocável

Nenhum comentário:
 

Eu sempre te observei de um lugar em que você não pode me notar.
Eu sempre observei seu jeito de falar e de encarar as coisas.
Parecia, cada vez mais, que crescia rapidamente uma parede em torno de você quando eu tentava me aproximar e nenhuma outra coisa facilitava para mim.
Era divertido te ver de bom humor, mas me partia o coração te ver chorar e eu não poder fazer nada para calar suas lágrimas.
Você sempre foi intocável para mim, assim como as estrelas. E com o céu você se parecia, pois quanto mais eu te alcançava, mas longe você parecia estar.
Eu vi você cometendo erros, se apaixonando e se decepcionando. Eu vi você tentando colar seu coração quebrado e tentar sorrir outra vez. Eu também estava lá quando você realizou seu maior sonho.
Eu vi você perder pessoas, mas não tive como te reconfortar, dizer que não é assim tão ruim morrer.
Suas escolhas nunca foram bem pensadas, seus gostos nunca foram os melhores, mas eu nunca me importei, te olhar daqui sempre foi uma das melhores coisas para mim.
Você cometeu o maior erro que acabou com a sua vida, literalmente. Eu te vi partir e por um breve momento você passou por mim e retribuiu o meu olhar. Por um momento você me notou, mas foi breve demais. Você foi embora para sempre, assim como eu sempre ficarei presa neste lugar.
Não seja tão intocável quanto o Sol.

Nenhum comentário:

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff